✿ Desenvolvimento Pessoal Objetivos

Como Ainda Atingir Os Teus Objetivos De 2020.

Como-Ainda-Atingir-Os-Teus-Objetivos-De-2020

Estamos a meio do ano de 2020 e parece que não se passou nada ainda. Os dias ora ficaram completamente agrupados uns nos outros, ora parece que o dia demora imenso a passar. Pessoalmente, os meus dias são oito ou oitenta. Ainda assim, é possível SIM ainda atingir os teus objetivos de 2020.

Vou ser honesta, fiquei super desmotivada e sem inspiração quando o Covid-19 chegou e me despediram. Finalmente estava a gostar do trabalho onde estava, tinha tempo para os meus projetos, recebia bem para o horário que era… As coisas estavam a encaixar-se! Um mês e alguns dias depois despediram-me e fiquei super triste por ter de voltar ao processo de entrevistas. Aliás, nem podia fazer entrevistas porque não estavam a contratar, estavam era a despedir as pessoas. Já lá vão quatro meses e continuo na mesma situação: desempregada.

No entanto, fui rever a minha lista de objetivos que tracei no início do ano e deu-me uma motivação extra ver que consegui completar algumas metas e que outras estavam em andamento.

– Como Ainda Atingir Os Teus Objetivos De 2020 –

Estamos em Julho e consegui completar sete objetivos. Não é muito comparado com o número total que tinha feito, mas já é um avanço que me deixa orgulhosa, muito honestamente. Além disso, poder ver os resultados e avaliar o que fiz ou não fiz, ajuda imenso a ganhar motivação para tentar novamente e para fazer mais!

1) Reavalia os teus objetivos.

Com isto quero dizer: olha para os teus objetivos e analisa muito bem se é algo que ainda queres realizar ou se é algo executável. Não faço isto com muita clareza ainda, mas tento seguir o modelo S.M.A.R.T quando faço uma lista de objetivos. É preciso que as metas sejam Specific (específicas), Measurable (mensurável), Achievable (alcançavéis), Relevant (importantes) e Timebound (tenham um tempo limite).  Se as metas que traçaste no início do ano já não fazem sentido para a tua mente ou para a tua vida de agora, muda-os.

2) Fazer planos de ação.

Isto é muito importante para efetivamente passar da teoria para a ação. É muito fácil dizer “okay, quero ler 12 livros este ano” se não acabas por fazer algo para tornar esse objetivo em atividade. Por exemplo, dedica um dia de leitura caso não queiras ler todos os dias. Além disso, ajuda-te a perceber como podes chegar à tua intenção e se realmente é algo que consegues concretizar.

3) Aceita o que não podes controlar.

E foca-te no que consegues controlar. Faz mesmo uma lista das coisas que podes controlar e das que não cabe a ti ter controlo sobre elas. Ajuda imenso ter esta visão das coisas que são tuas e que podes mudar se quiseres. Ajuda ainda mais saberes que há coisas que não estão no teu controlo e que não há como mudá-las.

Pessoalmente, eu fico muito esgotada mentalmente quando vejo coisas negativas à minha volta, coisas que claramente não consigo controlar porque estão muito acima de mim. Ter uma percepção, mesmo que mínima, de que são coisas que não consigo mudar naquele momento, ajuda-me a ter mais calma comigo mesma.

Por exemplo, eu tinha planeado finalmente ir à Disneyland e a Paris com o meu namorado e isso não vai acontecer, nem sei quando pode acontecer porque está tudo tão incerto. Entrei no mestrado que queria, mas não sei se vou ter aulas online ou presenciais e isso muda completamente os planos que tenho, mas não consigo controlar isso. E ainda que muitas coisas me deixam louca por não conseguir prever ou controlar, consigo ter muito mais serenidade com as coisas em geral.

4) Rodeia-te com as pessoas certas.

Isto foi algo muito importante que aprendi no ano passado: rodeia-te com as pessoas certas e que te inspiram. Seja no mundo online ou no mundo real, deixa para trás as pessoas que trazem energias negativas ou que te fazem questionar o que tens feito. É muito difícil estares com inspiração e motivação quando tens pessoas ao teu redor que te deitam abaixo ou segues pessoas nas redes sociais que te fazem sentir péssima. Aquela modelo com quem te comparas, aquele familiar que está sempre a criticar o que fazes. Desliga-te deles.

5) Compara-te com o teu “eu” de ontem.

Isto é algo que digo sempre e tento manter este mantra na cabeça sempre. Tu não consegues atingir os teus objetivos se estiveres sempre a comprar-te com os outros. Tudo bem que até podes ser competitiva(o) e que isso te ajuda a ter motivação, mas compara-te com o teu “eu” de ontem porque, no final do dia, todos andamos em ritmos diferentes por caminhos diferentes. Descobre o teu ritmo e o teu caminho.

6) Faz uma pausa quando o teu corpo pede. 

Aprender a ouvir o meu corpo e a minha mente é algo que tenho vindo aprender durante os últimos anos. Eu era capaz de trabalhar 10 dias seguidos e ter só uma folga no meio e fingir que estava tudo bem quando, na realidade, sentia-me cansada a todos os níveis possíveis e imaginários. Não faz mal parares um ou dois dias, seja do que for.

Recentemente, fiz uma pausa de uma ou duas semanas (não sei precisar agora) da redes sociais e soube-me tão bem não ter de ver tanta coisa acontecer ao mesmo tempo. O facto de ser tão empática e sentir tanto as coisas negativas não ajuda quando se tem de lidar com outras pessoas. Por esse motivo mesmo, preciso de tirar pausas mais regulares do que o normal porque sinto-me esgotada muito facilmente.

Se pensas que não tens possibilidades de tirar pausas tão longas do que te faz mal, tenta fazer um hiato de uma hora ou uma tarde, por exemplo.

Decidi criar um PDF para te ajudar a avaliar e perceber o último semestre e para planear o próximo. Tem vários exercícios práticos para que faças uma boa planificação e tenhas um momento de introspeção.

Concluindo, ainda faltam uns cinco meses e meio para o final do ano por isso há muito que ainda se pode fazer. Não é preciso começar já a dizer que 2020 devia ser cancelado quando pode ser o ano em que te surpreendes à grande ao atingir os teus objetivos. Faças objetivos grandes ou objetivos pequenos, o importante é criar ação invés de estar sempre a planear tudo e mais alguma coisa. Vai haver sempre fatores externos que te vão tentar impedir de fazer o que queres (por exemplo, o meu plano de finalmente conhecer a Elsa de Frozen em pessoa! 😥). O importante é entenderes que isso não significa que o objetivo seja cancelado, terá só de ser adiado e reajustado.

Espero que esteja tudo bem contigo,

até já!

 

 

Lê também

Sem Comentários

    Diz o que pensas! ;)

    %d bloggers like this: